• LinkedIn
  • Instagram

Educação

A educação é uma área em constante mudança, o que tem um importante impacto na perspetiva dos alunos sobre os resultados da sua aprendizagem. Dependendo de muitos fatores - incluindo dos recursos disponíveis e de situações como a que experienciamos atualmente - as tendências da educação devem acompanhar a sua natureza dinâmica, procurando oferecer estímulos nas áreas core do momento, como são exemplos a digitalização de processos, a transição ecológica e a responsabilidade social, o empreendedorismo, o aumento da complexidade e incerteza dos tempos, o domínio das ciências da vida e da biotecnologia, etc.


Insights sobre desafios reais


Pois bem, os programas devem ser atualizados para se aproximarem cada vez mais do contexto real, que muda constantemente, e exacerba a necessidade de trazer casos verídicos para a discussão em sala de aula, para assim inspirar, motivar e mobilizar os alunos. Por meio de programas curriculares que incluam insights sobre desafios atuais, os alunos reforçam a aprendizagem e tornam-se mais flexíveis, adaptando as suas ações ao quotidiano.


Neste sentido, é também cada vez mais importante que a educação tenha uma componente prática muito forte, por exemplo através do trabalho em equipa, contacto com especialistas ou até visitas de estudo, para assim permanecer conectado ao mundo exterior, volátil e dinâmico.


Novas formas de liderança


Porque a mudança acontece a toda a hora, a educação é essencial para antecipar as necessidades de uma nova realidade. A inovação por meio dos programas curriculares, ao incluir disciplinas como sustentabilidade e transformação digital, mantém os alunos atualizados sobre as tendências, preparando-os para uma liderança com propósito e para uma carreira de sucesso. Desta forma, os programas de desenvolvimento de liderança, bem como os programas individuais de treino e orientação, visam apoiar os alunos na sua autodescoberta, no desenvolvimento de autoestima e capacidade de liderança, fazendo a diferença através do valor que criam e do impacto positivo que têm na sociedade.


Desenvolvimento de soft skills


Assim, também o coaching de soft skills – como inteligência emocional, empatia, capacidade de liderança, criatividade, inovação e comunicação interpessoal - é uma ferramenta que pode ajudar a levar o aluno além dos seus limites. Nestes dias de incerteza, em que o cenário económico, político e social muda rapidamente como nunca antes, são precisos alunos atenciosos, com visão e pensamento estratégico, autênticos, empáticos e resilientes.


Para tal, as digital skills são essenciais, estimulando uma profunda compreensão da revolução tecnológica, para tomar decisões e garantir a eficiência da transformação digital. Neste sentido, o setor de ensino superior pode preparar os alunos para os desafios da transformação digital - cada vez mais presente em vários contextos, como o empresarial, por exemplo - abordando temas como big data, cyber ​​security, machine learning, IA, transformação digital ou business analytics, entre outros.


Cultura de diversidade


Em suma, sabemos que à medida que o mundo moderno evolui, torna-se cada vez mais global. Assim sendo, é absolutamente crucial que os alunos explorem uma cultura de diversidade, lidando com pessoas de diferentes origens, explorando ambientes desconhecidos e novas possibilidades.